Uma Carta antes de 2020 – FELIZ EU NOVO!

Uma Carta antes de 2020 – FELIZ EU NOVO!

Ao som de Simone, as vésperas da uva-passas nos alimentos, esperando o especial de Roberto Carlos na televisão e imaginando a retrospectiva nos jornais, revistas, sites e reportagens: nesse clima que vamos nos despedindo de 2019.

Ao som de Simone, as vésperas da uva-passas nos alimentos, esperando o especial de Roberto Carlos na televisão e imaginando a retrospectiva nos jornais, revistas, sites e reportagens: nesse clima que vamos nos despedindo de 2019.

O primeiro ano da nova década traz algo especial para o momento que vivemos. Constantemente escuto nos meus atendimentos que as pessoas não tem recursos financeiros, não tem apoio familiar, não sabem por onde começar e, principalmente, não tem tempo.

Essas são as principais queixas que escuto. Então, eis que o universo nos abençoa com um ano que dos dará mais tempo. Sim, 2020 será um ano Bi…Bissexto. Teremos 1 dia a mais, ou seja, mais 24h, mais 1.440 minutos e 86.400 segundos.

E o que fazer com todo esse tempo?

Pensa rápido: o que você pediria se a resposta ao seu pedido, sonho ou desejo fosse sim?

É isso que este tempo a mais te proporcionará!! Mais oportunidade para desfrutar da companhia das pessoas que você ama, para se dedicar a alcançar uma meta, para realizar um objetivo e viver seu sonho.

Então, ao bater a porta, 2020 te convida para uma nova história. Te presenteia com mais uma folha em branco para que você possa escrever nas páginas de sua vida uma história.

Escreva, viva, seja, aconteça, realize e celebre: Feliz EU Novo!

Agora que escrevo este texto faltam aproximadamente 2 semanas. Desta forma, 2020 está na esquina, se aproximando, quase batendo a porta.

Mas, muita calma nesse momento. Relaxe. Não se apresse a chegar em 2020. Se prepare!

Para desembarcar de 2019 e desta década faça algumas reflexões:

  1. O que eu APRENDI nesses 10 anos?
  2. O que eu QUERO LEVAR para os próximos 10 anos?
  3. O que quero DEIXAR?

Para cada pergunta pegue um pedaço de papel. E, com sinceridade, escreva. As lições que esta década te presenteou. Relacionamentos, trabalho, qualidade de vida, finanças etc.

Não tenha pressa. Escreva. Se dê este tempo. Você merece!

Essa década, te trouxe momento, pessoas, coisas, situações e memórias. Escreva-as. O que levar para o período seguinte. Quem você quer que te acompanhe?

Por fim, você passou por momentos difíceis, situações complicadas e adversas. Estas marcaram você e trouxeram até aqui. Você está mais forte com essas marcar. No entanto, você não precisa mais carregar as dores e fardos deste período.

Então, com serenidade escreva o que deixar, e se for o caso, quem deixar para traz. O emprego que não gostou, a “amizade” interesseira, a perda de um ente, o fim de um relacionamento, uma demissão, um problema de saúde e etc.

Pronto. Feita esta atividade, 2020 se aproxima. E você está quase pronto para embarcar.

Ops… quase? Como assim, Saulo?!?!?!?!

Não é o ano que precisa ser novo, mas sim você! E para isso, me permita te ajudar.

Mas, porém, todavia, contudo e, no entanto, fizemos um grande progresso. A escrita é terapêutica. E você, se conseguiu se dedicar as atividades propostas, vivenciou emoções.

Então para terminar, peço mais um compromisso. Escreva uma Carta de Gratidão. Foram 10 anos. Pessoas passaram pela sua vida. Outras estão ainda. Mas será que elas sabem o quanto você é grato?

Um vizinho que ajudou no momento delicado, um professor que te incentivou nos estudos, um(a) namorado(a) que te ensinou algo (vocês podem ou não estar juntos ainda),  marido/ esposa, amigo, chefe, colega de trabalho, pai, mãe. Escolha alguém que esteja vivo.

Tire um momento para escrever. Deixe o coração falar. Escreva a mão esta carta.

Reviva aquele momento, sinta as emoções, escute os barulhos daquele dia especial, veja as feições da pessoa que você está escrevendo, sinta o cheiro do perfume dele(a) ou do ambiente.

Se conecte consigo e com a pessoa da carta.

Após escrever a carta, marque um encontro com seu interlocutor. Leia para a carta que você escreveu. Conte como está sua vida após esse momento e diga o quanto você é grato e o quanto esta pessoa marcou sua vida.

Aceita este desafio? 

Me conte como foi realizar esta experiência! E, se puder, me encaminhe fotos do encontro, da carta.

Muito obrigado e até o próximo texto!

Saudações Positivas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *