Quem tem que ser novo é você!

Quem tem que ser novo é você!

Fata pouco agora. 48 horas para que o ano acabe. Faltam 48 horas para uma década chegar ao fim. Simone já passou. Uva passas também. Estamos, agora, pensando em que roupa usar na virada. O branco para a paz, o vermelho para a paixão, o amarelo para dinheiro.

Algumas pessoas, afortunadas, irão passar a beira de praias. Outros em bares e restaurantes. Há aqueles que passarão em casa. Em comum a todas as pessoas é o simbolismo do ano novo.

Pular sete ondas. Comer lentilha. Comer romã e guardar as sementes.  São inúmeras as simpatias repletas de simbolismo.

No entanto, a sorte vai até uma parte. O universo conspira a seu favor até um limite. Se você não fizer a sua parte o resultado não será tão favorável.

Então, quem tem que ser novo é apenas o ano?

Do que adianta você vestir amarelo, para ter dinheiro e prosperidade, se você não te um controle financeiro? Para que pular sete ondas e fazer pedidos de ano novo se ao chegar a casa e se lavar da água do mar você de limpa de suas promessas?

Pois é…. uma década já foi. Um ano se foi. E o que você fez?

Se a vida é para frente, olhar o passado é andar na contramão.

Já vi pessoas que querem paz, união e harmonia, mas não conseguem ou não buscam isso no seu interior…nos seus corações.

O novo é novo… e eu te convido a ser novo. Já disse em outros textos que aprendi com Einstein que se você quer resultados diferentes você precisa agir, pensar e fazer de forma diferente.

Insano, para Einstein, é fazer a mesma coisa e esperar resultados diferentes.

E como ser novo?

E ai vou te convidar para uma reflexão. Quem eu sou, que escolhe o que escolho, faz o que faço e obtém os resultados que tenho? Eu estou satisfeito com os resultados?

Se sim, continuo sendo, fazendo e agindo da mesma forma.

Agora, quando não estou, posso ter duas possibilidades: a) o que posso fazer de diferente (campo das ações) para melhorar meus resultados? Aqui está a magia do mudar ações. Fazer coisas diferentes.

A segunda possibilidade b) pensar e ser de forma diferente (campo do ser). E aqui está a magia da transformação. Mudanças de mindset, de comportamentos, eliminação de crenças limitantes, construção de novos hábitos.

E, eis o mistério da fé!

A mudança no campo das ações é uma viagem para fora. É algo que você busca no ambiente externo para ajustar a rota, estabelecer metas e verificar resultados.

Já a mudança no campo do ser (EU) é uma vigam e uma jornada para dentro. É um olhar para a pessoa mais importante que está no outro lado do espelho. Nesse processo é necessário identificar valores, reconhecer virtudes, se apropriar os pontos fortes, driblas os pontos de melhorias e se comprometer consigo a pensar e ser de forma diferente.

É aqui que novos hábitos são construídos, novas comportamentos são adquiridos e um novo midset é construído.

Simples?

Nem um pouco.

Toda vez que somos convidados a sair da zona de conforto, que somos desafiados, por nós mesmos, a nos comportamos com algo novo….. surge uma voz interna que diz… deixa isso para lá… ou amanha você faz/começa ou ainda… deixa para a segunda-feira ou semana que vem.

Então…. eu te convido a não fazer um ano novo… mas sim se apoderar desta época para ser diferente. O ano não será novo se você for o mesmo.

O que você quer? Se a resposta a sua pergunta/sonho desejo/ objetivo fosse sim… o que você iria pedir, desejar e querer?

O ano é novo todos os dias… pois todos os dias são novos… e você… quer aproveita para ser, fazer e acontecer?

Saudações Positivas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *